Bem vindo ao site de contabilidade da Barros Assessoria Contábil Jurídica

Área do Cliente

Área do administrador

A arrogância do líder é o primeiro passo para o declínio!

Líderes narcisista tem foco no seu ego e não no negócio

Líderes arrogantes são os principais responsáveis pelo declínio de seus próprios negócios. Prova dissonfoi o que assistimos com o governo Trump. A falta de humildade fez com que o presidente americano perdesse o apoio necessário para ganhar a maioria de votos dos delegados, o que o levaria a uma reeleição.

Líderes como Trump são egocêntricos, centralizadores, manipuladores e com nenhuma ou pouquíssima empatia. Eles adoram estar certos e ser o centro das atenções, mas detestam ser contrariados e colocados em segundo plano. Na psicologia chamamos pessoas com esses traços de narcisistas. Quando olhamos os maiores líderes da história, percebemos sua posição central, mas isso foi uma conquista a partir de suas condutas éticas e a energia deles em ajudar o ambiente que estavam inseridos.

Sempre digo que liderança não é cargo, é conquista, pois quem assume o lugar de líder foi colocado lá não por desejo ou até mesmo estratégia, mas principalmente por um chamado, em que a sua pessoa, modo de ser e lidar com as situações, o habilitou para liderar aquela missão.

Líderes arrogantes, donos de si, querem transmitir uma imagem de autoconfiança, mas lá no fundo escodem amarras emocionais brutais, que fazem com que toda a crítica ou oferta de ajuda pareça para eles uma demonstração de fraqueza tremenda e, por isso, negam toda e qualquer ajuda, aliás, ir a um curso para eles não é necessário, assistir um curso é para quem não tem o que fazer, ler um livro? Isso é bobagem.

Como são “autossuficientes”, desmotivam as pessoas ao seu redor que buscam se desenvolver. Se alguém diz que vai no psicólogo, projetam a sua covardia de não procurar ajuda dizendo que isso é bobagem. Se alguém diz que precisa fazer um curso de liderança, projetam dizendo que isso não leva a nada, mas lá no fundo o que esse líder quer é que você não seja melhor do que ele. O que ele mais quer é ter as pessoas submissas intelectualmente e não livres para desempenhar suas atividades na capacidade máxima.

Outro dia escutei de um líder assim: “empresa grande (média, na verdade) se não dá resultado é demissão”. Pensei comigo: “empresa grande tem todos os recursos para ajudar as pessoas a prosperarem”.

Lá no fundo, o que esse líder quis me dizer foi: “como eu não tenho capacidade de desenvolver as pessoas e criar um clima propício ao desempenho, melhor demitir do que eu mudar”. Mas Ronan, o líder não quer resultado? Sim, a pessoa que é líder de verdade deixa as pessoas crescerem juntas com a organização, por isso que líderes arrogantes têm prazo de validade. Eles podem ter sucesso durante um tempo, mas quando a organização precisa dar o salto de nível, ele começa a travar a engrenagem, o resultado é a queda se

o comportamento não mudar.